domingo, 24 de maio de 2020

Preguaí ao Vinagrete

Não é possível apresentar essa receita sem antes contar um pouquinho do seu ingrediente principal: o Preguaí. Ele é um búzio, concha ou caramujo que vive nas praias da imensa costa brasileira. O nome Preguaí é comum na região de Paraty, no Rio de Janeiro, mas é também conhecido como Preguari em outros lugares. Seja como for, para não fazer nenhuma confusão, o Google me contou que ele é o Strombus Pugilis. Pronto! Agora podemos dar o apelido que for e continuará sendo o mesmo "bicho".
Duvido um pouco que você vai encontrar a venda, pois seu valor comercial deve ser baixo e o fato de ser muito pouco conhecido não ajuda em nada em compensar sua colheira e venda.
Esses 30 indivíduos usados nessa receita, por exemplo, foram caçados na Ilha da Cotia em Paraty onde são bastante abundantes..., mas chegar até lá não é tão simples.
Como eu sou um curioso apaixonado por tudo que o mar oferece de alternativas em alimentação e tive a felicidade de estar lá com um morador marinheiro, Leandro Seguimento, ficou bem fácil. Ele me ensinou tudo que sabia e fui aprendendo.

Alla ricetta...
Ingredientes:
30 unidades de Preguaí frescos
1 tomate descascado e picado em cubinhos
1 cebola pequena a brunoise
Cebolinha verde fresca picada em rodelinhas qb
Salsinha picada em poeira qb
Folhas frescas de manjericão qb1 limão taiti (suco)
Azeite de oliva qb
Sal qb

À diversão:
A primeira coisa a fazer é limpar os indivíduos.
Estes acabaram de sair do mar e você pode ver o bicho dentro do caramujo vivinho! Eles são dotados de uma espécie de "unha" que usa para cavar a areia e se movimentar.
Eles possuem uma camada de limo sobre o caramujo que precisa ser removida.
Aqui temos um exemplar já limpo e outro ainda sujo. 
Aqui estão todos bem escovados e já liberaram parte da areia do seu interior.
Agora vamos ao cozimento por 40 minutos em água salgada. 
Deixamos esfriar e vamos retirar dos caramujos e proceder a limpeza final.
Pegamos pela "unha" e...
... puxamos lentamente...
... para que saia inteiro do interior.
As visceras (parte de baixo) devem ser desprezadas e um veio levemente escurecido deve ser aberto e lavado para que toda a areia seja removida. Igual cuidado deve ser tomado com as válvulas, pois podem conter areia em seus interiores.
Depois de limpos ficam assim e só falta remover as "unhas".

Com uma faca, removemos cada uma delas e descartamos.

Juntamos os demais ingredientes, temperamos e servimos.
Serve 2 a 3 porções.


O pulo do Chef: O Preguaí vive na areia... mais que isso, vive enterrado na areia. Sendo assim, um cuidado todo especial deve ser tomado com sua remoção completa, pois sua presença deprecia o prato.
Outro cuidado importante é conhecer o lugar onde vivem. Esses foram colhidos nessa prais.
Praia da Ilha da Cotia - Paraty-RJ
Deixe aí abaixo sua avaliação com um simples clique.
Print Friendly and PDF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários são muito benvindos e respondidos oportunamente, se for o caso. Aviso aos caros visitantes que precisei ativar o serviço de "verificação de palavras" para evitar Span nos comentários. Conto com sua paciência. Obrigado. Cozinha Ousada!