quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Bomboloni - Os sonhos italianos

Os Bomboloni (italianos) são os nossos Sonhos, presentes na infância de muitos de nós! Aqui está uma receita italianíssima pra fazer e matar a saudade!

Alla ricetta...
Ingredientes:
500g de farinha de trigo
200g de leite integral morno
100g de manteiga em temperatura ambiente
12g de fermento biológico seco
1 limão  siciliano (só as raspas)
10g de sal
1 ovo inteiro (+/- 50g)
2 gemas (+/- 40g)
50g de açúcar
Açúcar para recobrir qb
Óleo vegetal para fritar qb
O creme de confeiteiro deve esfriar protegido por filme plástico

500g de Creme Confeiteiro (pode ser goiabada ou Nutella)
Aro de corte de 6 cm
Açúcar para polvilhar os sonhos qb

À diversão:
O primeiro a fazer é dissolver o fermento em um pouquinho de leite (cerca de 50ml). Reservar.

O segundo passo é bater com um garfo o ovo e as gemas no restante de leite (cerca de 150ml). Reservar.

Em seguida peneirar a farinha no bowl da batedeira planetária, juntar o açúcar, sal, raspas da casca do limão, misturar os pós e juntar o composto dos ovos e leite. 
Bater com o gancho folha da planetária (se você não tiver uma planetária pode amassar com as mãos) por 5 minutos.
Juntar o fermento dissolvido no leite e bater por mais 2 minutos.
Juntar a manteiga cremosa a temperatura ambiente, um pedaço de cada vez, esperando que seja absorvido pela massa.
Bater até que toda manteiga seja absorvida e vai resultar numa massa bem macia.

Formar uma bola, acomodar numa tigela com tampa de tamanho 3 vezes o da bola. Levar à geladeira por 1 dia.

No dia seguinte, retomar a massa e abrir com ajuda de um rolo na espessura aproximada de 2cm.
Cortar discos de 6 cm com o aro de corte, acomodar numa forma polvilhada de trigo, cobrir com filme plástico e deixar crescer por mais 1 hora.



Aquecer o óleo vegetal a 170 graus aproximadamente e fritar os sonhos até ficarem dourados. Escorrer.
Cortar os sonhos ao meio e rechear com o creme de confeiteiro (ou goiabada ou Nutella) e polvilhar com açúcar.




Rende aproximadamente 14 unidades

O pulo do Chef: O que restar da massa depois dos cortes dos discos pode ser aproveitado. Amasse rapidamente os retalhos (use gotas d´água se for necessário), abra com o rolo novamente, corte discos e coloque para crescer também por 1 hora.
Os sonhos podem ser conservados em recipiente hermético por alguns poucos dias, mas o melhor é comer ainda mornos.

Deixe aí abaixo sua avaliação com um simples clique.
Print Friendly and PDF

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Escalope de Mignon com Porto Belo em cama de Quiabos

Alla ricetta...
Ingredientes:
4 escalopes de Mignon
1/2 porção (125g) de Quiabos Salteados (Receita clique AQUI)
1 porção (200g) de Cogumelos Porto Belo (Receita clique AQUI)
Tomatinhos vermelhos e amarelos confitados (Receita clique AQUI) qb
Ponteiros de sálvia frescos (folhas pequenas) qb
Manteiga qb
Azeite de oliva qb
Sal qb

1 porção (para 2 pessoas) de arroz branco ou da preferência

À diversão:
A primeira coisa que faço é preparar os quiabos, os cogumelos e o arroz. Reservo para o empratamento.
Normalmente tenho os tomatinhos confitados na geladeira devido sua enorme versatilidade. Então, separo a porção que vou utilizar no empratamento. Caso não tenha, preparo uma porção maior que a necessidade desta receita e guardo o restante para outros preparos os aperitivos.

Agora ficou bem fácil. 

Levo uma boa sartén ao fogo, entro com azeite e manteiga, aqueço bem e entro com os escalopes. Entro também com a sálvia para que entregue os sabores e aromas.

Dou um giro e salgo os escalopes. Pronto.

Emprato fazendo uma cama com os quiabos dispondo todos num único sentido. Acomodo uma porção de arroz nas cabeças dos quiabos, transfiro os escalopes sobre os quiabos e decoro com os cogumelos e os tomatinhos confitados. 
Busco os ponteiros de sálvia e faço ficarem aparentes. Rego com um tracinho de azeite e sirvo imediatamente.

Serve 2 pessoas.

O pulo do Chef: O arroz servido nesta receita está preparado com salsinha picada e cúrcuma em doses bem pequenas.
Você pode ter tanto os cogumelos como os tomatinhos confitados preparados com antecedência e mantidos na geladeira para uma infinidades de coisas, incluindo aperitivos, etc.


Deixe aí abaixo sua avaliação com um simples clique.
Print Friendly and PDF

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Pé de Porco à Moda Francesa

Essa receita fez parte do nosso Workshop de 10 de Agosto de 2013 em Sousas. Esse prato lá na terra onde se faz "biquinho" pra falar é chamado de Pied de Cochon, bem mais chic que Pé de Porco aqui no Brasil!
Seja como for, é uma festa pra quem gosta...

Andiamo alla ricetta...

PARTE 1/2


Alguns ingredientes do caldo de cozimento

O caldo

Pés estaqueados por bambu ou talos de Louro

Já cozidos



PARTE 2/2


Pré cozidos para desossar e rechear

Deitados sobre a cama de batatas

Usamos uma gaze para proteger durante o cozimento

Prontos para entrar no forno e gratinar

Pronto pra servir

O pulo do Chef: Os recheios podem variar muito, inclusive rechear com um gomo de linguiça fresca e fazer o cozimento final.

Deixe aí abaixo sua avaliação com um simples clique.
Print Friendly and PDF

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Casarecce com Polvo e Mexilhões

Alla ricetta...
Ingredientes:
500g de mexilhões com casca, lavados, escovados e sem os cabelos internos
700g de polvo (aqui usei 2 com 350g aproximados já tratados)
280g de casarecce italiano (massa seca)
1/2 cebola (para cozinhar os polvos)
4 folhas de louro (para cozinhar os polvos)
4 dentes de alho esmurrados (para cozinhar os polvos)
4 dentes de alho inteiros
1 cubinho de caldo vegetal (para cozinhar os polvos)
1 tomate descascado e picado em cubos
Folhinhas de sálvia qb
Brotinhos de coentro qb
Manteiga qb
Azeite de oliva qb

Sal qb
1/2 limão para servir e  decorar


À diversão:
A primeira coisa que faço é colocar uma caçarola com 3 litros d´água e sal para aquecer e depois cozinhar a massa. Então começo a cuidar da limpeza dos mexilhões. É preciso remover com muito cuidado os "cabelos" que prende o mexilhão às pedras ou pencas.
 Esses foram importados do Chile e são pré-cozidos e congelados.
Cozinho os polvos em panela de pressão com os ingredientes indicados, um pouquinho de água e sal por 8 minutos contados após pegar pressão. Desligo, deixo arrefecer, verifico a textura (caso precise volto por mais alguns minutos na pressão), separo os polvos do caldo, pico e reservo.
O caldo, passo pela peneira, descarto os sólidos e reservo para finalizar o cozimento do casarecce.

Agora ficou fácil. Entro com manteiga e azeite numa sartén com os 4 dentes de alho e levo ao fogo bem baixo. Eles vão saborizar o azeite e a manteiga e amolecer sem queimar.
Coloco a massa para cozinhar e monitoro bem o ponto. É preciso cozinhar apenas 2/3 do tempo indicado pelo fabricante. Os outros 1/3 do tempo serão cozidos na sartén com o caldo do cozimento dos polvos.
Assim que a massa chega no ponto descrito acima, transfiro da caçarola para a sartén e adiciono uma parte do caldo.
 Mexo bem e já adiciono o polvo picado.
Adiciono também os mexilhões e o tomate picado.
 Confiro o ponto de sal e ajusto se necessário.
Monitoro o ponto da massa "al dente" e vou adicionando mais caldo para atingir o ponto desejado.
Finalizo com os brotinhos de coentro e levo à mesa! Disponho fatias de limão taiti e azeite de oliva para quem desejar.
Serve 4 porções.

O pulo do Chef: Alguns pontos importantes para cuidar bem e preparar um prato bem saboroso. O ponto do cozimento da massa é um deles. Preste atenção ao tempo que vem indicado pelo fabricante da massa e procure respeitar. Outro cuidado é com os "cabelos" dos mexilhões, que precisam ser retirados cuidadosamente. Servir mexilhões com eles é um erro grave. Finalmente, o cozimento do polvo é igualmente importante, pois precisa estar num ponto agradável ao mastigar, nem desmanchando e muito menos muito duro.
O coentro é uma erva que alguns amam e outros odeiam; então pode ser substituído por outro ingrediente, como a salsinha, por exemplo.
Ajuste o que mais você quiser e faça o mais importante:  Divirta-se na cozinha!


Deixe aí abaixo sua avaliação com um simples clique.
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

MASSAS ARTESANAIS DA ZEZÉ

Se você tem o privilégio de morar em Indaiatuba-SP, pode ser cliente da Zezé que produz caldos e massas artesanais na cidade, como essa lindíssima forma de Cappelletti, Crepes, Caldos, Molhos, etc.!

Ela atende pelo Celular e Zap (19) 99269-3122.

Cappelletti - fatto a mano

Massas prontas com molhos

Panquecas - Crepes

Caldos Especiais


Cappelletti Embalados

Print Friendly and PDF