sábado, 2 de novembro de 2019

Massa de Pastel

Era 1992, numa daquelas poucas bonitas tardes na Redcliffe Square, zona central de Londres, quando bateu aquela saudade dos pastéis brasileiros..., aqueles encontrados facilmente nas feiras livres, fritos na hora, diversos recheios...! Já fazia quase 4 anos de "exílio" na Unilever House da Vera e Luigi e a lembrança de qualquer receita ou ingrediente brasileiro era motivo de muita saudade e muito chororô! Só de pensar na farinha de mandioca Deusa, por exemplo, era motivo para correr lágrimas e cada visitante tinha a obrigação de burlar os educados e bem preparados policiais ingleses com seus cachorros super treinados para encontrar "coisas" proibidas nas bagagens dos turistas! Apesar disso, algumas coisas passavam para a alegria dos "exilados".
Mas não era possível pensar em tudo! Os pastéis, por exemplo, quem poderia imaginar que o assunto seria cogitado e a lembrança pudesse ser tão forte!... e logo veio a pergunta em tom de desafio:
- Será que dá pra fazer? O que vai naquela massa? O que faz ficar todas aquelas minúsculas bolinhas de ar depois da fritura? O que, o que, o que...
- Vou ligar pra minha mãe e perguntar a receita, disse a Suzy.
- Liga logo, se apressou a Vera.
...
- Mãe, fala aí depressinha a receita da massa de pastel de feira.
Afastando o fone do ouvido, a Suzy pediu ajuda:
- Alguém anota aí os ingredientes...
Original das anotações da receita de massa de pastel
Na medida que os ingredientes eram revelados pela Dona Beatriz lá do outro lado do mundo, era igualmente repetido pela Suzy e ouvia-se os comentários do Luigi e Vera:
- Farinha de trigo tem aqui; óleo vegetal tem aqui; sal tem aqui; água tem aqui; aji no moto tem aqui... (suspense!)...
- Pinga? Cachaça? Cacete, cachaça não tem aqui!
- Mãe, o que essas duas colheres de cachaça vão fazer na receita? Ouviu, ouviu... e revelou:
- É. Cachaça! A "marvada" é a responsável pela formação das tais bolinhas na massa que se formam durante a fritura.

Bem, se a cachaça é um destilado de aproximados 40 graus alcoólicos, o scotch também é. É destilado e com 40 graus alcoólicos. Bingo! Vai ser a primeira massa de pastel de feira feita com scotch whisky!

Alla ricetta...

Ingredientes:
350g de farinha de trigo
1 copo americano de água (faltando um dedinho pra encher)
1 colher (sopa) de óleo vegetal
1/2 colher (sopa) rasa de sal
2 colheres (sopa) de cachaça (se você estiver no Brasil)
(Se você estiver em Londres, substitua por um bom scotch, Roma: Grappa, Lisboa: Bagaceira, Paris: Conhaque, México: Tequila, etc., etc.)
1 cilindro de abrir massa
Imagem de Internet

Preparo:
Aquecer o óleo com o sal, desligar o fogo e juntar a água. Adicionar 1/3 do trigo, misturar, juntar a cachaça e o restante do trigo. Sovar bem.

Abrir com cilindro bem fino. Pode ser usada de imediato com seus recheios preferidos (carne moída, palmito, queijo minas, muçarela, legumes, pizza...).

O pulo do Chef: Se for usar a massa mais tarde ela precisa ser enrolada com um filme plástico entremeado. Também pode ser guardada no refrigerador por alguns dias.

Deixe aí abaixo sua avaliação com um simples clique.
Print Friendly and PDF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários são muito benvindos e respondidos oportunamente, se for o caso. Aviso aos caros visitantes que precisei ativar o serviço de "verificação de palavras" para evitar Span nos comentários. Conto com sua paciência. Obrigado. Cozinha Ousada!