segunda-feira, 4 de abril de 2011

Moqueca de Arraia com Camarões e Banana da Terra

Mesmo numa cidade como Maragogi-AL ou São José da Coroa Grande-PE é muito difícil encontrar uma boa Arraia fresquíssima diretamente dos pescadores, mas você vai encontrar facilmente num desses entrepostos de frutos do mar ou numa das muitas peixarias locais.
Não dê crédito aos comentários que os moradores locais fazem sobre a fama que as arraias têm. Você vai ouvir uma série de “predicados” relacionados a odores estranhos de urina, amoníaco, etc. Depois que você prepara e degusta esta especiaria local, vai chegar à conclusão que tais “predicados” parecem ter a única razão de evitar que os turistas mais sugestionáveis consumam essa raridade especial para deixar todas para eles. Entretanto, não se deve descuidar da refrigeração, pois na temperatura ambiente, por certo tempo, todo pescado ganha certos odores nada agradáveis.
Outro susto - dos bons - que você certamente terá será com o preço. Pode variar entre R$ 2,00 a R$ 5,00. O mais altos estão nos entrepostos e os mais baixos diretamente nos pescadores. Eles acabam sendo outro fator que levará você a acreditar nas falsas crenças locais. Você vai pensar: "Tão barato assim, deve ter algo errado!"
Faça um esforço e continue duvidando...
Entretanto, fique atento e registre a forma como eles preparam a arraia... “cozida no côco” (como eles dizem por lá). Trata-se de uma moqueca com leite de côco o que realmente é uma maravilha!!!
A banana da terra é outra coisa interessante. Eles chamam de Banana Comprida o que de fato é! Esta, ao contrário da arraia, custa relativamente caro... Você chega a pagar R$ 0,40 cada uma se comprar nos entrepostos (quitandas) de frutas, legumes e verduras da cidade de São José da Coroa Grande.

Alla ricette...
Ingredientes:
800g de Arraia
300g de Camarões grandes
150ml de leite de côco
3 colheres de sopa de azeite de dendê
2 bananas da terra (compridas)
1 pitada de coentro (se gostar)
4 tomates descascados
3 cebolas médias
1 maço de cheiro verde
Azeite de oliva extra virgem qb
Sal qb
Arroz branco para acompanhar


Mãos nas Arraias:
Eu lavar e retiro o couro superior - mais grosso e acinzentado - e a pele inferior - mais clara e fina - da arraia.
Retiro a cartilagem que divide a parte superior e inferior... faço isso com as partes mais grossas e deixo nas mais finas para dar maior sustentação e depois de cozida saem muito fácil no pratoCorto em pedaços do tamanho adequado para a moqueca.
Lavo, limpo e descasco os camarões. Reservo tudo muito bem refrigerado.

Acomodo numa panela funda, um traço de azeite, camada de tomates e cebolas picados em rodelas, uma espalhada de cheiro-verde, um traço de sal. Para quem gostar o coentro pode ser adicionado nesse ponto.

Agora entram os pedaços da arraia. Sobre eles, repito a mesma camada da parte inferior e desta vez adiciono as bananas cortadas em 4 ou 5 pedaços cada. Rego com o leite de côco, outro traço de sal e levo ao fogo.
Uns 10 minutos depois de levantar fervura, adiciono o azeite de dendê. Mais uns 5 minutos, ajusto o sal e adiciono os camarões.
Essa é a cor das bananas quando se acrescenta os camarões
Controlo o ponto de redução do molho... melhor que ganhe uma certa cremosidade.
Sirvo com arroz branco.

Esse prato também pode ser servido mais seco ou como na primeira foto.
O pulo do Chef: O arroz que acompanha pode ser cozido na água de côco e ganhar um traço de castanha de cajú passada na sarten para ganhar crocância.
Outra dica muito importante é a consevação da arraia sempre em baixa temperatura.

Porção para 6 pessoas.


Deixe sua avaliação aí abaixo num simples clique.
Print Friendly and PDF

3 comentários:

  1. Boa tarde. Moro no Rio de Janeiro e gostaria de saber onde encontrar carne de arraia por aqui. Sou vidrado em frutos do mar e ainda não soube de nenhum mercado carioca que venda a carne de arraia. Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Martins, eu enviei a vc um email com algumas recomendações sobre onde encontrar as arraias. Basicamente, para quem mora próximo da orla, como vc, um peixeiro de confiança pode resolver seu problema. Até breve.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, prezado!
    Grande receita! Na impossibilidade de obter arraia fresca no interior de São Paulo, filés congelados prestaram-se muito bem ao prato.
    Harmonizei com um californiano - Côtes de Tablas Blanc 2006 (Tablas Creek Vineyard). Não poderia ter ficado melhor!
    Parabéns e obrigado!

    ResponderExcluir

Seus comentários são muito benvindos e respondidos oportunamente, se for o caso. Aviso aos caros visitantes que precisei ativar o serviço de "verificação de palavras" para evitar Span nos comentários. Conto com sua paciência. Obrigado. Cozinha Ousada!